PlayerCast

PlayerCast #119: Assassin’s Creed: Rogue e Unity

 Bem vindos a mais uma semana de PlayerCast. Dessa vez vamos fazer um combo e falaremos sobre os últimos lançamentos da Ubisoft: Assassin’s Creed Rogue e Assassin’s Creed: Unity.

Daniel “Danlost”, Igor RitterAlmir “Branco” e Marlos Sanuto falam sobre Shay Patrick Cormac e Arno Dorian e suas aventuras nos dois jogos que foram lançados simultaneamente em 2014. Saiba se quanto mais Assassin’s Creed melhor ou se a Ubi precisa dar uma maneirada.

Comentado nesse Episódio:

ARTE DA VITRINE:  Almir Tadeu

Feed o Player Cast:

 

Curta nossa página do Facebook:

 

 Twitter:

 

Emails:
  • NickFuria

    Caraca… estou em coma depois de ouvir mais de 2hs de conversa sobre AC. Mas foi muito bom. Dificil um cast tão longo não ficar chato, mas voces conseguiram. Parabens. Dei boas risadas.

    • Danlost

      Vlw cara, que bom que curtiu rsrsrs.

  • uma coisa que eu achei bem bosta nesse jogo foi o fato de no trailer o próprio shay falar ''eu sigo minha própria crença'' e eu fui achando que o shay ia só se ultilizar dos templários mas eu senti mais que eles que estavam usando ele hehe

    • Danlost

      Poxa, cara verdade, pensava isso tbm, no fim ele oi só mais um.

  • Almir acertando a cotação do dolar… Francisco cravando o tempo de pular os emais… Mae diná como mestre faz sentido… kkk Otimo cast.

    • Danlost

      Só tem vidente aqui hauhuahuaua

    • Sorte de principiante! HAUSHUASH

  • O último AC que joguei foi o Brotherhood. Gostei muito, fiquei perto de fazer 100% em tudo, joguei tanto que cansei. Então não comprei o Revelations porque parecia mais do mesmo. Não comprei o 3 porque estava caro e tinha bastante gente falando mal. Quando poderia comprar já tinha o 4. Mas estava caro. Pensei em comprar o Unity, por causa da novidade do multiplayer, mas ta todo mundo falando mal. Pensei que iam consertar o jogo, mas já lançaram outro. Queria experimentar essa parada de "pirataria", mas não sei se compro o 4 ou o Rogue (que está muito caro). Além disso, a história começou a ficar uma bagunça só (é muito jogo pra pouca história). E ainda por cima tem a uplay…

    • Estou com vc. O Brotherhood pra mim é o melhor de todos. E tb fiz perto de 100%. Seria bom trocar ideia com alguem que tb tenha jogado com tanta intensidade. Em relação ao 4, é melhor como jogo.. E custo beneficio comparando com o revelations. O 4 tem muita coisa pra jogar, aconselho.

  • João Marcos Silva

    Cara, eu estava muito em dúvida se comprava o Rogue, mas com a opinião de vocês ficou mais claro, a história em boa mas é mais do mesmo, com uma ambientação diferente e bem curto.
    Tinha muito site de review falando bem demais do jogo e tal,achei até estranho, mas como sempre a opinião do PlayerSelect é a que conta ;), muito bom, completíssimo esse cast.
    Pra mim os melhores Assasins são o 3 e o 4 (insuperável), tanto pela história quanto ambientação e mecânicas.O Unity me desagradou bastante, e olhe que assisti e li bastante coisa, inclusive a análise que vocês fizeram no canal do Youtube.

    • danlost

      WTF??? O 3 é o melhor??

      • João Marcos Silva

        Assim Danlost, o 3 para mim só peca na História (final péssimo), e personagem nada carismático, ele me pegou bastante mesmo foi pela ambientação e contexto histórico, acho que ficou bem evidente isso para a maioria dos membros do cast ao falar do Unity. Não sei vocês, joguei o 3 no PC, não presenciei bugs nem nada, sem querer sem fanboy de PC (por que é minha plataforma secundária), mas o jogo é muito superior as versões de console,pelo menos a versão de PS3.Sei lá o pessoal fala muito do 2, joguei mais não pegou, infelizmente ahhahhahh.

        • danlost

          Tem que ver se jogou na época, jogar o 2 depois dos novo é complicado mesmo.

  • Marcus Maia

    Vou te falar que fiquei bastante feliz com o cast, afinal o que seria AC sem o playerselect ? Digo isso pq são poucos cast´s Brazucas sobre o game ( ou pelo menos que consegue falar direito sobre os games).
    Sou muito fã da serie e ainda consigo enxergar os problemas que Ubi$oft deixa passar, mecânicas repetitivas, bugs , pouca criativas, história pouco explorada e etc.
    Mas também vejo quando ocorre uma evolução agregando muito valor a obra.
    Sobre Assassin’s Creed: Rogue eu até que curti tanto quanto o Quarto game e muito bom brincar de pirata e coisa e tal.
    Já sobre Unity não consigo engolir seja a mecânica de usar um APP para conseguir liberar itens, pouca evolução em comparação com a geração passada e outros problemas que já não são de hoje.
    Se no próximo game essa evolução não chegar, sinto informar, mas vou abandonar a serie até que algo realmente bom aconteça.

  • Os podcast sobre AC que estão no mercado, sempre tratam o jogo de forma superficial. Voces estão de parabens pelo carinho que tratam a série e os ouvintes. Tanto por destrinchar a história quanto pelo contexto histórico da época. Por isso os casts sobre AC de voces são os que fazem mais sucesso. Parabens pelo esforço e vamos torcer pra Ub$oft não cagar mais essa franquia que amamos tanto.
    PS. Voces podia fazer um cast só com os extras. Ou trazer mais debates sobre bobeiras e idiotices. Ver voces conversando bobeira é bem divertido.

  • Benjiro382

    Na busca por podcasts falando de Assassin's Creed, encontrei o podcast de vocês, to gostando. (:

    • danlost

      Seja bem vindo, temos cast sobre TODOS os jogos para consoles da franquia, ouça e nos de seu feedback! 😀

  • Renan_Motta

    Definitivamente, Rogue demonstra um dos piores enredos tendo apenas como sustentação o personagem principal e o seu conceito. Tudo é tão corrido e mal contado que quando Shay se transforma num templário, você não hesita e não sente nenhum remorso ao matar seus antigos amigos, porque a empatia não foi devidamente criada. Ao mesmo tempo em que há bons diálogos também há a falta deles diante da relação entre Shay e seus velhos e novos companheiros.

    Uma parte da minha crítica.. caso alguém se interesse em ler. http://alvanista.com/games/pc/assassins-creed-rog

    • Danlost

      Muito boa critica, concordo muito com sua opinião sobre o protagonista, uma marra sem fundamento.

    • Muito bem colocado. Porem, ainda acho Shay um bom personagem que foi apenas mal desenvolvido. Na cara que o tempo, ou a falta dele, foi preponderante para essa falha.
      Resenha muito bem escrita.